Biografia curta de Edward Bach

Edward Bach nasceu no dia 24 de setembro de 1886 em Mosley, cidade próxima de Birmingham, ele era o mais velho de três irmãos.

Entrou na Faculdade de medicina de Birmingham em 1906 aos 20 anos de idade , em 1912 recebeu os diplomas de Membro do Colégio Real de Cirurgiões e Licenciatura pelo Colégio Real de Médicos. Em 1913 recebeu os diplomas de Bacharel de Medicina  e Cirurgia da “University College Hospital”, e em 1914 o Diploma de Saúde Pública de Cambridge.

Como médico Edward Bach escreveu diversos artigos que estão registrados nos processos da Sociedade Real de Medicina, Jornal Britânico de Homeopatia e diversas outras publicações na América do Norte e na Alemanha, desenvolveu vacinas aplicadas via oral (nossódio) para a estabilização de doenças crônicas que até hoje são utilizadas por médicos em todo o mundo, e escreveu um livro para a classe Médica denominado Doença Crônica – Uma hipótese de funcionamento ( Ed. H.K Lewis e Co, 1925).

Em 1919 consegue uma vaga e começa a trabalhar no Hospital Homeopático de Londres, lá ele conhece os trabalhos de Samuel Hahnemann e descobre uma grande seme;hança  entre suas crenças e o caminho percorrido pelo médico alemão, o conceito “trate o homem e não a sua doença”, se tornou a base do sistema desenvolvido por ele.

Edward Bach acreditava que tal Hipocrates, Paracelso e outros grandes sábios  que a doença era o reflexo de um estado de desarmonia do homem como um todo, apoiado em suas crenças começou um trabalho de pesquisas que de 1928 a 1935 resultou na descoberta dos 38 remédios florais desenvolvidos por ele, sendo que os dois primeiros foram , Mimulus e Impatiens. Durante todo o tempo em que pesquisou diversas flores para formar seu sistema de cura, Edward Bach utilizou seu corpo para experimentar cada uma das vibrações oferecidas por estas plantas, para em um trabalho gigante relacionar cada uma destas vibrações com um estado emocional.

Em 1936 aos 50 anos abandonou o plano físico…

Bach certa vez falou sobre os florais :

“….eles conseguem elevar até mesmo nossas naturezas, e nos trazer mais próximos de nossas almas, eles curam não por atacar a doença, mas por inundar nossos corpos com as maravilhosas vibrações de nossa Natureza Superior,. Na presença de qual a doença se dissolve como flocos de neve sob o sol quente…”


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s